geoloquium

Geologia . Turismo . Património

Geoturismo no Algarve – muito mais do que apenas praias!

Poucos sabem que o Algarve tem um património cultural e natural muito
rico. Nomeadamente, o património geológico do Algarve é considerado
um “diamante em bruto” que até agora permaneceu, em grande parte,
escondido do turismo. A riqueza geológica do Algarve é comprovada pelo aspirante Geoparque Algarvensis.

Património geológico

O Algarve apresenta uma enorme diversidade geológica em que há geossítios com fósseis ou estruturas rochosas espetaculares, e ainda paisagens deslumbrantes como a Ria Formosa.

Visitas Guiadas

Oferecemos visitas guiadas com geologia no Algarve no campo e também em cidades. Nestas visitas viverá experiências diferentes, em que conhecerá melhor o património natural e cultural do Algarve.

Geoturismo

O geoturismo é uma forma sustentável de conhecer o património geológico e cultural de uma região. Realizamos passeios dirigidos a pessoas com e sem conhecimentos geológicos a sítios geológicos e outros locais de interesse.

Algarve

O Algarve tem, para além das praias e do vasto património cultural, uma história geológica que abrange centenas de milhões de anos, em que Oceanos e um supercontinente deixaram as suas marcas.

Faça connosco uma viagem a um passado com milhões de anos e descubra o extraordinário património geológico e cultural do Algarve!

Durante os passeios no campo “Passeios empedrados”, seremos testemunhas dos processos que moldaram a Terra ao longo de milhões de anos e do modo como as camadas de terra foram criadas e depois erodidas.

Mergulhamos num mar desaparecido há tempos longínquos, encontramos animais fossilizados como corais, caracóis e ameijoas, que viviam em recifes, e até podemos colocar as nossas mãos em depósitos do supercontinente Pangeia. Observamos os fluxos solidificados de lava que se formaram durante intensas erupções acontecidas há milhões de anos.

A costa algarvia permite obter uma excelente perceção do que está por baixo dos nossos pés. Podemos apreciar as rochas expostas nas falésias, roídas pelos ataques contínuos das ondas do mar, e aprendemos como o poder do eterno “elemento” água cria a paisagem única da Ria Formosa.

Muros em pedra seca e terraços testemunham o trabalho árduo da comunidade rural e uma visita a uma fábrica de tijolos cerâmicos tradicionais, feitos segundo métodos antigos, completa um dos passeios.

Se preferir explorar os primórdios do tempo e a cultura num passeio urbano “Pedra sobre pedra”, isso também é possível! Admiramos os monumentos e testemunhos da arquitetura tradicional e procuramos os sinais dos pedreiros e calceteiros nas paredes e nos pavimentos. O olho treinado descobre muitas relíquias de tempos antigos nos edifícios.
Surpreendemo-nos com estruturas rochosas e fósseis próximos uns dos outros que normalmente estariam separados por milhões de anos e muitos quilómetros de distância quando aparecem na Natureza. Granitos provam o calor dominante durante a origem daquela rocha no interior da Terra, e a chuva e o ar provocam a destruição dos blocos. Encontraremos amonites fossilizadas, recifes de coral e até vestígios de criaturas misteriosas.

Portugal é rico em minérios e minerais. Nos passeios à mina de sal-gema de Loulé e a minas de cobre no Alentejo, inseridos no grupo “Riquezas do subsolo”, pode admirar a técnica dos mineiros, as máquinas antigas e atuais, as galerias escavadas na rocha, as formas e estruturas do material rochoso e muito mais. É uma experiência única!